Seja bem vindo ao Celeiro do Norte, Sinop/MT, 11/12/2018
04 de Abril de 2018 - 08:01
FOGO CRUZADO
Paraíso dos bandidos

Dentre 194 países filiados a Organização da Nações Unidas (ONU), em 193, condenados em 1º ou 2º instância vão para cadeia. Apenas no Brasil, os condenados podem recorrer nas demais instâncias em liberdade.  Com inúmeros recursos que só existem nas leis brasileiras, os condenados que têm dinheiro para contratar bons criminalistas, dificilmente são presos. Quando são, apelam para outros artifícios e conseguem a liberdade (Paulo Maluf e José Dirceu) apenas para ilustrar. Enquanto a impunidade persistir, a corrupção continuará consumindo a maior fatia do bolo e milhares de brasileiros continuarão sendo condenados a morte, por falta de atendimento médico, segurança pública, emprego, etc. Os brasileiros que trabalham e pagam seus impostos precisam se mobilizar e colocar um ponto final nesta história trágica da republiqueta. Os ministros do STF que defendem a impunidade não nos representam e precisam ser responsabilizados por meio de processos de impeachment. Os senadores possuem esta prerrogativa.

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player