Seja bem vindo ao Celeiro do Norte, Sinop/MT, 21/02/2020
25 de Abril de 2019 - 09:03
FOGO CRUZADO
O feitiço virou contra o feiticeiro

A interferência do ex-vice-governador Carlos Fávaro no processo de cassação do mandato da Senadora Selma Arruda por suposto uso de caixa 2, e abuso de poder econômico nas eleições do ano passado extrapolou todos os limites.  Na ânsia pelo poder Fávaro contratou o ex-ministro da presidente Dilma Rousseff (PT) José Eduardo Cardoso, para atuar na acusação contra a senadora. Não contava no entanto, que pouco tempo depois seria alvo da delação do ex-secretário Estadual de Educação Permínio Pinto (PSDB) que imputa o conhecimento sobre o esquema de caixa 2 da campanha do ex-governador Pedro Taques também do PSDB. Cabe salientar que o suposto esquema de caixa 2 de Taques não era de dinheiro lícito. Era propina, grana suja do crime organizado enraizado nas entranhas da máquina pública.

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player