Seja bem vindo ao Celeiro do Norte, Sinop/MT, 15/12/2018
21 de Fevereiro de 2018 - 14:07
FOGO AMIGO
Vereadores da situação defendem mudanças no primeiro escalão

Fazer críticas colocando em cheque a capacidade dos secretários do staff administrativo enquadra-se no perfil de vereadores oposicionistas. Em Sinop, a situação é diferente. Desde os primeiros meses da atual gestão liderada pela prefeita Rosana Martinelli (PR), vereadores da situação vem criticando sistematicamente o desempenho de alguns integrantes do primeiro escalão.



Na segunda sessão ordinária de 2018, realizada na última segunda- feira (19) os vereadores criticaram o fraco desempenho de duas secretarias, Planejamento Finanças e Orçamento (Ivete Mallmann Frank) e Educação, Esporte e Cultura (Veridiana Paganotti). Lindomar Guida (PMDB) que antes criticava com veemência o ex- gerente de Esporte Carlão Coca Cola, agora também criticou o atual, Marcos Carrasco. “Quando eu fui Coordenador de Esporte do Boa Esperança, começava trabalhar as 6hs da manhã, passava veneno, carpia e mantinha o patrimônio público em perfeitas condições. Infelizmente o anterior e atual gerente de esporte, estão deixando as praças esportivas em completo abandono”, disparou mostrando fotos do mini estádio e do ginásio de esporte do Boa Esperança.  Já o vereador Remídio Kuntz (PR) sem citar nomes, defendeu mudanças de titularidade nas secretarias ocupadas pelas mulheres. “Não tenho nada contra as mulheres. Lá em casa quem manda é a minha mulher, porém nas secretarias ocupadas pelas mulheres, o trabalho não está sendo bom. Precisamos trocar as mulheres pelos homens”, alertou.


Ato contínuo a vereadora Branca contrapôs as afirmativas do seu correligionário. “Não podemos ir por esse caminho. Se é mulher ou se é homem. O importante é avaliarmos a competência”, retrucou. Para completar o “rosário” de críticas o presidente Ademir Bortoli (PMDB) reiterou que a falta de planejamento vem sendo o grande empecilho na prefeitura. “Sempre alertei sobre a importância do planejamento no executivo. Qualquer projeto ou iniciativa deve ser precedida de planejamento. Apenas no ano passado a Prefeitura arrecadou mais de R$ 70 milhões entre ISQNS e IPTU. Dinheiro não falta, falta planejamento”, resumiu.

Mais notícias

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player