Seja bem vindo ao Celeiro do Norte, Sinop/MT, 23/04/2018
14 de Março de 2018 - 09:36
METRALHADORA
“Taques é mentiroso, ladrão, bandido e assassino” afirma vereador

A novela envolvendo o caos da saúde pública alcançou o ápice com mais um capítulo, envolvendo, além de críticas pesadas, acusações contra o governador Pedro Taques (PSDB). O fato ocorreu durante a 5ª sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Sinop, realizada na segunda-feira (12). O vereador Lindomar Guida (PMDB), o primeiro a se manifestar, alertou que o atendimento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) está sobrecarregado em decorrência do atendimento precário do Hospital Regional de Sinop. Guida questionou o deputado federal Nilson Leitão (PSDB) que, segundo ele, anunciou a liberação de R$ 10 milhões a serem investidos na reforma do Hospital Regional. “O deputado precisa entender que o que precisamos, agora, é de atendimento, e não de estrutura”, reclamou.


Na sequência, a vereadora professora Branca (PR) alertou que, em recente visita à UPA, por volta das 19h, constatou que havia quase 400 pessoas esperando por atendimento. “A diminuição do atendimento no Hospital Regional está superlotando a UPA e obrigando a Prefeitura a prestar atendimentos de responsabilidade do Estado”. O líder da prefeita Rosana Martinelli (PR), vereador Joacir Testa (PDT), engrossou o coro. “Somente no ano passado, a Prefeitura gastou R$ 40 milhões a mais do que previsto na LOA [Lei Orçamentária Anual] em decorrência da omissão do Estado”. O presidente da Câmara, Ademir Bortoli (PMDB), por sua vez, solicitou aos vereadores integrantes da Comissão de Saúde para acompanhar os trabalhos do Conselho Municipal de Saúde, objetivando encontrar uma solução para a crise.


Já o vereador Tonny Lennon (PMDB) registrou a falta de compromisso do governo estadual e mirou críticas contra o deputado federal Nilson Leitão e o governador Pedro Taques. “Têm um deputado federal, amigo do Taques, que anunciou na imprensa, recentemente, a liberação de R$ 100 milhões em emendas da bancada federal, destinadas à saúde pública do Estado. Na reunião em Cuiabá, no início de fevereiro, o deputado afirmou que o governo iria investir R$ 10 milhões para a reforma do Hospital Regional de Sinop. O governador e esse deputado têm que parar de mentir. O Hospital Regional de Sinop, de responsabilidade do governo do Estado, inicialmente, tinha 148 leitos, foi reduzido para 122 e, agora, segundo a nova administradora, o governo só autoriza o atendimento com apenas 55 leitos. O governador não honra os votos que teve aqui em Sinop. As pessoas estão morrendo por falta de atendimento e a responsabilidade é do Taques, este governador não é nada. O Taques já cancelou três visitas aqui em Sinop. Induziu o presidente [da Câmara, Ademir Bortoli] a mentir, ao comunicar, por duas vezes, sua vinda [nos dias 5 e 9 de março]. Agora, o governador diz que vem no dia 21. O Taques é mentiroso, ladrão, bandido e assassino. Tem que responder por todas as mortes que estão ocorrendo por falta de atendimento. Podem gravar, escrever e filmar para que o governador tome conhecimento do que estou falando”, afirmou.


O outro lado


Nossa reportagem entrou em contato telefônico com o gabinete de comunicação (GCOM) do estado para abrir espaço à manifestação do Governador Pedro Taques. Até o fechamento desta edição não recebemos nenhum comunicado. Caso ocorra esclarecimento futuro, o conteúdo será divulgado no site wwwceleirodonorte.com.br.

Mais notícias

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player