Seja bem vindo ao Celeiro do Norte, Sinop/MT, 19/07/2018
11 de Abril de 2018 - 16:39
ELEIÇÕES 2018
Selma aposta em renovação e novo cenário político

Após confirmar filiação ao PSL do presidenciável Jair Bolsonaro, a Juíza aposentada Selma Arruda afirmou durante entrevista coletiva em Cuiabá que poderá disputar uma das vaga no Senado Federal. O objetivo maior da sua pré-candidatura será caso eleita aprimorar as leis de combate à criminalidade. Selma ganhou notoriedade estadual e nacional por seu perfil austero e estritamente técnico no comando da 7ª Vara Criminal de Cuiabá e por condenar políticos poderosos do Estado dentre eles, o ex- presidente da AL, José Riva, e o ex-governador Silval Barbosa.


A opção partidária pelo PSL deu-se pela sigla não apresentar nomes envolvidos em corrupção e também com o compromisso de restringir filiações de políticos considerados “fichas sujas”. Com perfil técnico, e sem contar com características da maioria dos políticos tradicionais de formatar alianças sem nenhum critério ético, Selma não acredita que irá enfrentar problemas para encontrar aliados em um eventual mandato no Congresso Nacional. A magistrada, que está filiada ao PLS e deve disputar vaga no Senado, já anunciou que sua intenção é melhorar a legislação criminal, principalmente na área de combate à corrupção.


De acordo com Selma, as eleições de outubro, Brasília irá respirar novos ares. Ela acredita na união de ideais, em que os cidadãos bons sairão da inércia, arregaçando as mangas e partindo para a ação. “Essas eleições serão decisivas. Assim como eu tomei essa iniciativa de me dedicar à esfera política para tentar modificar esse estado de coisas, acredito que em todos os estados existam pessoas com as mesmas intenções.” Desta forma, Selma acredita que será mais fácil realizar suas articulações políticas no sentido de acabar com as “negociatas” e defender o bem público, combatendo a busca de interesses pessoais. “Aposto que se cada Estado eleger uma ou duas pessoas que pensem desse jeito, as coisas devem ser, a partir de 2019, mais fáceis e factíveis do ponto de vista do respeito à coisa pública.”


Possamai será o primeiro suplente


Um dos nomes já definido pelo grupo do PSL para compor a lista de suplentes da senadora, será do empresário rural de Sorriso Gilberto Possamai, secretário geral da sigla em Mato Grosso. Gilberto já foi vereador, e presidente da Câmara de Sorriso no ano de 2005. Disputou apenas uma eleição e disse na época que a política era apenas uma etapa para contribuir com o município e não para fazer dela uma carreira política.


Agora convidado para ser um dos articuladores da campanha do presidenciável Jair Bolsonaro, Possamai colocou seu nome a disposição do grupo para concorrer ou trabalhar nos bastidores. Em decorrência da sua liderança e bom trânsito em todos os segmentos sociais e políticos foi convidado e aceitou o desafio de disputar uma nova eleição. “Não sou político profissional disputei apenas uma eleição e acredito contribuí positivamente. Agora fui convocado para ajudar na eleição dos nossos pré-candidatos Bolsonaro a presidente e Rossato a governador, e ser suplente da futura senadora Selma. Temos um grupo de pessoas de bem e vamos fazer a boa política. Caberá ao eleitor no momento oportuno fazer a sua escolha”, afirmou.

Mais notícias

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player