Seja bem vindo ao Celeiro do Norte, Sinop/MT, 20/08/2018
11 de Maio de 2018 - 14:56
REAJUSTE
Professores de MT possuem terceiro melhor piso da categoria no país

Os professores da rede estadual de Educação de Mato Grosso receberam aumento salarial de 2,19%, pagos já na folha do mês de abril de 2018. Agora, os educadores de Mato Grosso possuem o terceiro melhor piso da categoria no país. Com o compromisso de valorização assumido pela atual gestão de recompor as perdas anuais e ainda conceder aumento real aos professores, nos últimos três anos e meio, o salário dos servidores da Educação teve um incremento de 51,48%. Até o final do ano, o aumento será de 73,78%. Após este aumento, referente a Lei 10.572, Mato Grosso se consolida como o terceiro melhor piso salarial do país, com R$ 5.269,34 (considerando o padrão nacional de 40h semanais), atrás apenas de Mato Grosso do Sul, com R$ 5.390,22 e Maranhão, com o piso de R$ 5.750,00.


Ainda assim, o salário da rede estadual se encontra bem acima do piso estabelecido pelo Ministério da Educação (MEC), que tem o subsídio inicial de R$ 2.455,35, também referentes a 40h semanais. Conforme a secretária de Estado de Educação, Espore e Lazer (Seduc), Marioneide Kliemaschewsk, o salário e a qualidade de vida dos educadores é prioridade para o Governo do Estado. “Os trabalhadores da Educação são prioridade do Governo desde o início da gestão. Temos trabalhado arduamente para honrar todos os compromissos firmados e melhorar cada vez mais as condições de trabalho e a vida dos nossos educadores. Eles são os principais responsáveis pelas transformações que temos sonhado para a Educação de Mato Grosso”.


Compromisso


Na folha de maio, os profissionais da Educação Básica do Estado irão receber ainda um aumento de mais 7,69%, referentes a LC 510/2013. Com isso, o subsídio de ingresso do professor para jornada de 30 horas subirá para R$ 4.255,92 e o de 40 horas irá para R$ 5.674,56. No mês de setembro, os servidores receberão um novo aumento de 2,20%, elevando o piso estadual para R$ 4.349,55 (30h) e de R$ 5.799,40 (40h). Em outubro, os servidores receberão um aumento de mais 2% e em dezembro um incremento de 2,19%, fechando o ano com o piso salarial de R$ 4.533,70 (30h) e R$ 6.044,93 (40h).

Mais notícias

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player