Seja bem vindo ao Celeiro do Norte, Sinop/MT, 03/06/2020
01 de Abril de 2020 - 09:23
SORRISO
Com o avanço da Covid-19, Azul Linhas Aéreas suspende voos até 31 de dezembro

A Azul Linhas Aéreas comunicou na manhã de ontem (31) a suspensão até 31 de dezembro da rota Cuiabá/Sorriso e vice-versa, devido à pandemia causada pelo Covid-19 (coronavírus). De acordo com o comunicado, a medida foi tomada levando em conta a necessidade de contenção financeira da empresa que já suspendeu as operações internacionais e também em 50% da malha por que era responsável no país. O secretário de Desenvolvimento Econômico, Cláudio Drusina, salienta que na próxima quinta-feira (02), a Comissão Aeroportuária irá se reunir com representantes do Executivo e do Legislativo para discutir a situação da empresa terceirizada que opera no Aeroporto Regional Adolino Bedin. “Também vamos discutir o plano de manutenção e recuperação da pista, bem como dos equipamentos que temos no aeroporto. Todas essas questões precisam ser analisadas para mantermos a certificação do aeroporto”, explica Drusina.


Segundo o secretário, tanto a Comissão Aeroportuária quanto a Administração Municipal entendem a medida tomada pela Azul. “É uma das medidas protetivas empregadas para evitar a proliferação do coronavírus e no momento também visa a questão financeira da empresa há longo prazo”, acrescenta. Ainda no dia 20 de março a empresa já havia anunciado a suspensão das atividades em Sorriso e em outras onze cidades - Bariloche (Argentina), Lages (SC), Pato Branco (PR), Toledo (PR), Ponta Grossa (PR), Guarapuava (PR), Araxá (MG), Valença (BA), Feira de Santana (BA), Paulo Afonso (BA) e Parnaíba (PI) – primeiramente até a metade do ano. Contudo, com o avanço da pandemia, a suspensão para Sorriso foi ampliada até 31 de dezembro.


Voos particulares


Já em relação aos voos particulares, Drusina explica que estão sendo realizados normalmente, seguindo todas as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) para a realização dos mesmos. “São medidas como a aferição da temperatura corporal de quem chega; checagem de histórico de viagem e instruções gerais de como proceder caso apresente sintomas. Há sempre uma equipe de prontidão apara atender a chegada dos voos particulares”, finaliza


Claudia Lazarotto I Assessoria

Mais notícias

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player