Seja bem vindo ao Celeiro do Norte, Sinop/MT, 12/07/2020
27 de Maio de 2020 - 09:01
COMPRAS
MT está preocupado com a saúde e cuidando do dinheiro público, diz governador

O governador Mauro Mendes destacou que o planejamento da administração estadual permitiu a ação rápida de aquisição de equipamentos hospitalares a preço de mercado, na China. Os 120 respiradores e 215 monitores, além de macacões de proteção (40 mil), protetores faciais (5 mil), máscaras cirúrgicas (500 mil) e do tipo KN95 (50 mil) comprados na China, em abril, chegaram em Mato Grosso nesta terça-feira (26.05). Mendes agradeceu o esforço de todos os setores envolvidos que atuaram na compra e logística para entrega dos equipamentos ao Estado. Ele citou os profissionais da Secretaria de Estado de Saúde, Casa Civil e Receita Federal. “Mato Grosso adquiriu monitores e respiradores a preços muito bons. Chegamos a pagar três vezes menos que alguns Estados pagaram por equipamentos similares. Isso demonstra a preocupação tanto com a saúde pública, como o cuidado em fazer render o dinheiro dos cofres do Estado”, afirmou o governador.


Esta foi a segunda remessa de aparelhos e equipamentos de proteção hospitalares comprados pelo governo e que chegaram da China. A primeira remessa foi de 200 camas elétricas e cinco mil óculos de proteção, que desembarcaram em Mato Grosso no dia 28 de abril. Uma terceira remessa com mais camas hospitalares e testes Covid-19 estão a caminho de Mato Grosso. O secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, assegurou que os equipamentos vão melhorar de forma substancial a estratégia de enfrentamento ao coronavírus do Governo de Mato Grosso. “São os equipamentos mais importantes, os respiradores e monitores, que precisávamos para melhorar a infraestrutura hospitalar do governo, além de aumentar nossa capacidade de enfrentamento à pandemia”, pontuou Figueiredo. Os aparelhos e equipamentos de proteção chegaram em um avião cargueiro no início da tarde desta terça-feira, no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, e serão destinados às unidades da rede de saúde em todo o Estado.


Preço de mercado


Do total de respiradores, 100 são para Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) no valor de US$ 13,4 mil, cada um, que corresponde a R$ 68,4 mil, da época da compra. O valor total pago pelos aparelhos foi de R$ 6,8 milhões (US$ 1,3 milhão). O preço que Mato Grosso comprou chegou a ser três vezes menor do que outros Estados gastaram para adquirir equipamentos similares, conforme auditoria da Controladoria Geral do Estado (CGE-MT). Em uma das aquisições, a Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro chegou a pagar R$ 198 mil por cada respirador, o que totalizou uma compra de R$ 59,4 milhões por 300 aparelhos. O Estado também comprou 20 ventiladores para transporte de emergência, ao custo unitário de R$ R$ 25,5 mil, o que totalizou uma compra de R$ 510,6 mil. Neste caso, a diferença chega a ser 11,1% menor, em relação a outros Estados.


Carol Sanford | Secom-MT

Mais notícias

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player