Seja bem vindo ao Celeiro do Norte, Sinop/MT, 12/07/2020
29 de Maio de 2020 - 15:18
COMBATE À DENGUE
30 agentes de endemias retomam aos trabalhos na segunda-feira

Na próxima segunda-feira, dia 01/06, 30 agentes de combate a endemias contratados retornarão aos trabalhos. O reforço faz parte das medidas tomadas pela gestão municipal no início do ano para combater a dengue em Sinop. No primeiro trimestre, esses profissionais foram contratados temporariamente para atuar nas frentes de mobilização,mas, devido à pandemia do coronavírus, a ação precisou recuar.


São agentes que realizam parte de orientação pedagógica, visitas e trabalhos com as pré-notificações de moradores em cujos imóveis forem encontradas larvas do Aedes aegypti. Conforme o coordenador do setor, Jorge Bevilaqua, a população pode ficar tranquila quanto aos cuidados de higiene dos servidores. “Eles já passaram por um treinamento e serão rigidamente fiscalizados para que cumpram todas as normas de higienização e, assim, não haja nenhum tipo de contágio do novo coronavírus. Todos estarão munidos de álcool em gel, utilizarão máscaras, uniformes e crachás para a identificação. Então, que a comunidade sinopense permita a entrado dos agentes em seu quintal, porque eles estão ali para o bem de todos”, pede o coordenador.


Mesmo com a pandemia, os trabalhos de prevenção para combater a dengue não pararam em Sinop. O Centro Municipal de Endemias teve que se adaptar ao cenário para continuar cuidando e fiscalizando o município. Mesmo com as equipes reduzidas e os mutirões cancelados, as atividades de rotina seguem a todo vapor. Entre os trabalhos realizados estavam as visitas domiciliares, atendimento às denúncias pelo telefone/aplicativo Se Liga Sinop, bloqueios de casos quando por meio das notificações de dengue, zika, chikungunya, vistorias permanentes em pontos estratégicos (locais com alto risco de criar focos, borracharias, oficinas, ferros velhos e etc), pesquisas vetoriais e levantamento de índice de infestação e captura de formas adultas dos mosquitos Anopheles e Flebotomínios, transmissores das doenças lesh e malária e educação em saúde por meio das mídias sociais.


Assessoria de Imprensa

Mais notícias

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player