Seja bem vindo ao Celeiro do Norte, Sinop/MT, 12/07/2020
29 de Maio de 2020 - 15:23
SINOP
Câmara faz reunião e defende acordo para retomada de asfalto no Alto da Glória

A Câmara Municipal de Sinop realizou, esta manhã, uma reunião entre representantes da Associação dos Moradores do bairro Alto da Glória, da empreiteira vencedora da licitação para construção de asfalto no bairro e da Prefeitura para tentar alinhavar um acordo entre o Município e a empresa com a finalidade de retomar a obra, paralisada desde setembro após judicialização do contrato. Do Legislativo, participaram os vereadores Remídio Kuntz (Republicanos), Luciano Chitolina (DEM), Lindomar Guida (Republicanos), Leonardo Visera (Patriota), Ademir Debortoli (Republicanos), Ícaro Frâncio Severo (PSL), Adenilson Rocha (PSDB), Professora Branca (PL) e Professor Hedvaldo Costa (Republicanos).


O presidente Remídio Kuntz explicou que em virtude da pandemia do novo Coronavírus, da orientação para evitar aglomerações e da inesperada presença de muitos moradores, a reunião foi realizada no plenário da Câmara. “A reunião foi solicitada pela Associação dos Moradores e nós, vereadores, que autorizamos a contratação do empréstimo para construção da obra e como fiscais do Executivo, estamos buscando uma alternativa para que o asfalto seja concluído o mais rápido possível”, declarou. O asfaltamento de parte do bairro Alto da Glória faz parte do pacote de R$ 99 milhões do financiamento do Finisa autorizado pela Câmara Municipal no ano passado. A obra do bairro é estimada em R$ 12 milhões e foi, segundo a empreiteira, iniciada em setembro passado. Mas a prefeitura pediu, judicialmente, a suspensão do contrato alegando que a obra não teria sido iniciada. Este é o impasse judicial e administrativo.


Na reunião, representante da empresa garantiram ter condições de reiniciar os trabalhos imediatamente, se a Prefeitura abrir mão do processo, e se comprometeram em assinar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para terminar a obra em quatro meses. O vice-prefeito, Gilson de Oliveira (PL), representou o Poder Executivo e garantiu que a obra vai ser realizada, independente de qual seja a empreiteira, uma vez que o os recursos já estão alocados, mas disse que a prefeitura espera a conclusão do processo judicial. Entretanto, ele não negou a possibilidade de um acordo e retomar os trabalhos com mais brevidade e se comprometeu em conversar com a prefeita Rosana Martinelli (PL).


Todos os vereadores presentes defenderam um acordo para o bem dos moradores e Adenilson Rocha foi enfático na cobrança. “Se a empreiteira quer fazer a obra, se a prefeitura quer fazer a obra. Então, qual é a dificuldade?”, questionou. O vereador Luciano Chitolina reforçou o apoio ao acordo e destacando que trata-se do meio mais rápido e eficaz para retomar a obra imediatamente, mas fez três cobranças aos representantes da empreiteira, que concordaram com os termos propostos. “Primeiro que honre todas as palavras ditas no parlamento em relação ao comprometimento com a retomada e finalização da obra; segundo, se tiver qualquer outro tipo de problema, procurem este parlamento para irmos à Prefeitura fazer a cobrança; e, em terceiro, se entrarmos num entendimento, que o passado seja esquecido. Não interessa quem foi o culpado, precisamos trabalhar para que a população tenha, finalmente, o asfalto tão sonhado”, concluiu. 


Assessoria

Mais notícias

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player